26 de dez de 2010

Bray

 Oi meus amores, estava com saudadinha de postar pra vocês. Tenho muita coisa pra contar, e muita coisa pra postar, mas vamos com calma. Hoje vou falar sobre uma indiada que fiz com a Nana um dia desses.
 Resolvemos ir pra Bray, enfim, não deu pra conhecer nada, mas como eu tinha recém comprado a minha máquina super ultra mega magnífica, filmei tudinho pra vocês.
 Vai ser cansativo, mas podem acreditar que vai ser engraçado. Sempre tem uns loucos tipo meu pai e minha mãe que tem paciência pra olhar meu blog, então desde que eles vejam já tá bom. Mas se vocês tiverem um pouquinho de tempo, e quiserem rir de duas babacas (eu e a Nana), sintam-se a vontade. hehehehe

 Começando... Nós nunca tínhamos ido para Bray (uma cidade pertinho de Dublin) e também nunca tínhamos pego o DART (meio de transporte para ir até Bray).
 Aí vai o primeiro vídeo:



 Parabéns pra quem viu esse video inteiro... Mas esse foi só o primeiro. hahaha
 O próximo é nós pegando o DART, esse é o melhor de todos na minha opinião, prestem bem atenção que vão entender o porque disso.



 Isso mesmo, podem rir... Certas coisas só acontecem comigo mesmo. O melhor foi que eu filmei BEM o vão que tinha entre o Dart e o chão, e ainda ressaltei sobre a grande possibilidade de alguém cair ali no meio. Ainda bem que a minha "boca bertisse" não chegou a esse ponto, fui cair dentro do Dart já. iushiahsiuahuisauhi
 Até escrevendo eu começo a rir só de me lembrar. Foi engraçado. Ainda bem que eu estava filmando, porque se a Nana tivesse filmado esse tombo certo que eu não iria ter coragem de postar no blog. hahahaha
 Bom, agora vem o terceiro vídeo. Nós chegando no hotel, muito faceiras, parece até que nunca foram em um hotel a vida inteira (admito que acho que eu só fiquei uma vez em hotel, pelo menos que eu lembre). Crianças soltas na Irlanda eu vou te contar.... Mas então, divirtam-se com mais um.



 Ok, hotel apresentado... No outro dia, acordamos na correria porque a Nana tinha que trabalhar, e claro, pra não perder o ritmo, continuamos o diário de bordo.



 Eu sei, é um vídeo mais retardado que o outro. Mas fazer o que, meu pai tem que saber por onde eu ando. hahaha
 Agora o último vídeo. A volta no Dart. Não reparem na minha cara e muito menos na minha voz de sono tá? Sem maquiagem, sem nada, que horror, o mais impressionante é que eu mesma queimo meu filme nesse blog. Paciência, mas vejam pelo lado bom, isso não é propaganda enganosa, é exatamente a minha vida real aqui em Dublin. hahaha



 Bom pessoal, esse foi o último vídeo. Era sim o Dart certo, chegamos em Dublin um FRIO horrível e cada uma foi para um lado. A Nana foi trabalhar, e eu, fui dormir. hahaha

Uma fotinho em Bray claro que não poderia faltar. Eu congelada, mas isso é detalhe.

Olha pai, tinha Bíblia no nosso quarto.

 Por hoje é só. Quero postar amanhã sobre o nosso natal. Foi muito divertido, e tem vários vídeos e fotos pra vocês.
 Espero que tenham se divertido com o post, e principalmente com o meu tombo, porque eu ri muito. hahaha
 Beijos pra todos!!! 
 E MERRY CHRISTMAS atrasado, mas amanhã entro mais a fundo à respeito do natal.

17 de dez de 2010

Saudade...



 Essa música meu pai me mandou por orkut esses dias... Pra quem escutou, acho que não preciso escrever muito, porque a música em si resume o que eu tenho pra falar.
 SAUDADE.
 Saudade das coisas mais simples. Do almoço de domingo lá em casa ou na família, dos finais de semana na praia, da minha mãe sempre pedindo coisas, e quando eu precisava dela nunca conseguia contato. Da minha irmã me ensinando a dançar Ballet ou cantando Luan Santanna comigo no carro. Das brigas com meu irmão, um atiçando o outro sempre. Da pizza de banana da tia Deni. Do meu pai pegando no meu pé porque eu estava ficando gorda de tanto comer bonno. Da minha vó Herony achando que eu sou a pessoa mais perfeita do mundo e fazendo minha propaganda por aí, do vô Tete querendo vender casa, comprar sítio, vender carro, comprar carro, e nunca decidindo o que realmente quer da vida. Da vó Derly e do vô João que sempre ficam me paparicando quando estou com eles. Das disputas das minhas dindas pra ver quem realmente é a verdadeira, sinto muita falta de vocês. Da minha cunhadinha, coisa querida, linda e parceira, sempre alugo ela pra escutar minhas histórias furadas.
 Sinto muita falta de todos, mas principalmente das outras quatro pontas da minha estrela.

Pai, meu chulé, meu motorista particular, meu GPS e tudo mais, tu é um pacote completo. Desculpa pelos últimos dias tá? Mas a tua filha que veio pra Irlanda continua a mesma, não te preocupa que vou voltar inteira.

 Mãe, nossa quem diria. Tudo bem, no primeiro mês foi muito tranquilo, já estava acostumada a ficar um mês sem ver esse doida. Mas agora... Que falta enorme tu me faz. Mesmo que eu nunca siga teus conselhos, eles me fazem tão bem. É sempre bom saber que existem pessoas mais loucas que nós. hehehehe

 Meu irmão, a coisa mais difícil que existe é tirar uma palavra carinhosa dele pra mim. Mas ele é a coisa mais importante da minha vida. Ainda bem que achou a polaquinha pra aturar o chatonildo. Sinto uma falta de incomodar ele pra baixar joguinhos no meu computador, formatar ou fazer qualquer coisa porque eu sou uma negação pra tecnologia.


 Minha irmã. Essa sim, é a maior razão dessa saudade toda. Uma criança sem maldade nenhuma, que me olha com aqueles olhinhos lindos, como se eu fosse uma "rainha" pra ela. Uma pessoinha que me ama desde quando eu acordo com a cara feia e lavada, até a hora em que eu vou dormir cansada e não quero falar com ninguém. Ela é tão pequena, mas tem um coração e uma mente tão grande. Ela queria vir na mala ficar comigo, coisa mais amada da minha vida. Fala minhas palavrinhas mágicas quando eu peço. Minha fofa...


 Sinto muita falta de vocês... Hoje tirei o dia pra pensar nos quatro. Pai, quando tu ler isso não precisa ficar preocupado tá? Foi só uma vontade de expressar a saudade que eu estou de vocês. Isso é bom, já pensou se eu não sentisse? Daí sim seria um problema.
 Vocês são tudo na minha vida, tendo vocês quatro do meu lado, o resto é resto (não me entendam mal, esse resto que eu menciono são as pessoas que realmente não fazem parte da minha vida. Aquelas pessoas que me querem bem, como familiares, amigos e etc, não estão inclusas nesse resto, pois são tão importantes pra mim quanto os 4). Obrigada por tudo. E ai de vocês se quando eu voltar não estiver tudo me esperando.

 Bom, trocando de saco pra mala. Saindo desse momento "deprê" do meu dia. Adivinha que dia foi ontem? SIM!!! Show da Shakira!!! Noooooossa... ficamos umas três horas esperando, atraso da querida. Só porque é ela, caso contrário eu já teria ido embora certo! Então, quando ela entrou... Que aperto no coração, linda, linda, linda. Ela dança muito. MUITO mesmo. Não vou falar muito porque quero pegar uns vídeos com a minha amiga e postar aqui no blog ainda.
 Ontem percebi mais uma vez que eu realmente preciso de uma câmera boa. Adivinha o que aconteceu com a minha? Nada. rsrs. Literalmente nada, porque ela não está ligando com as pilhas. Até minha maquina digital está contra mim ultimamente, estou bem arrumada mesmo, eu mereço.

 E quanto ao resto da minha vidinha na Irlanda... Nada mais de festas. Acabou a brincadeira agora. Não tenho dinheiro e nem pique pra essa vida da noite. Deu pra aproveitar nas férias e ver que realmente não nasci pra isso. Como diz uma pessoinha eu sou a "tia véia".

 Uma foto de quando ainda fazia sol na Irlanda... Já que não tenho fotos novas, vamos apelar para as velhas mesmo.
 Essa minha manta por sinal eu perdi pela Irlanda, não sei como, mas perdi.
 Ah, tem mais novidades. Achamos um apartamento, perfeito, localização ótima, e o melhor de tudo é que em baixo tem uma academia com piscina (não vamos nem ter a desculpa da neve pra matar porque só tem que descer as escadas). Mas como nada é perfeito nessa vida, parece que vamos ter que dividir quarto com um menino. Domingo vamos saber o que realmente vai acontecer, e dependendo, continuamos a procura de apê.
Hoje meu post foi mais um desabafo mesmo. Só queria passar o ano novo (aniversário do Lucas) com eles... Depois eu podia voltar que estava muito feliz. :)

11 de dez de 2010

Então...

 Olá pessoal.
 Não tenho fotos, nem vídeos, nem nada. Mas estava afim de postar alguma coisa pra vocês e aqui estou eu. :)
 Não comprei a máquina nova ainda. Andei pesquisando os preços e estão MUITO caras. Caras pra mim, claro. Daí quando eu olho o preço eu penso: "Com esse dinheiro eu poderia pagar mais dois meses de aluguel". Ou seja, seriam mais dois meses garantidos na Irlanda.
 Sobre a neve... Parou de nevar. Podem acreditar!!!! Agora começa a parte ruim, o gelo começa a derreter (mas não muito porque a temperatura continua negativa, então o gelo permanece). Só que o gelo que esta derretendo se mistura com a sujeira, o pó e etc, então vocês já podem imaginar o resultado. Não vira aquele "barral", mas fica uma coisa bem nojenta. E com certeza isso facilita o tombo. :P
 Hoje conversei com a minha mãe. Deu pra colocar a fofoca em dia. Coisa boa.... Será que eu mereço tudo isso? Minha mãe, minha melhor amiga. Sei que sempre posso contar com ela, às vezes não consigo encontrar ela, mas isso faz parte.
 Todos mandaram cartinhas e presentes. Chorei lendo os bilhetinhos. SIM, podem acreditar, a Laíza chorando. hahaha. Mas foi tão bom ler tudo aquilo, senti eles mais perto.
 Quero agradecer mais uma vez à Nana. Uma pessoa que agradeço todos os dias por Deus ter colocado na minha vida. Independente do horário, ou do momento. Se eu tenho alguma fofoca, ou se preciso realmente conversar, sei que posso ligar pra ela e desabafar. Ultimamente isso está acontecendo direto, coitadinha, está me aturando quase 24h por dia. hahaha. Obrigada por tudo, de verdade mesmo.
 Tentei colocar agora uma foto minha e da Nana, mas esse blog não está me ajudando, então hoje vamos ficar realmente sem imagens e afins.
 Também tem o Seeler, me escutou bastante esses dias. Muito obrigada pela força de sempre. Sinto muito a tua falta também brother.
 Só pra não ficar muito tempo sem escrever nada mesmo.
 Estou acabando por aqui...
 Adoro blogs, posso saber um pouco mais o que se passa na cabeça das pessoas. :)
 Recomendo que todos façam um. E quem já tem, pode ter certeza que eu sempre leio. hehehe
 Beijos meus amores

3 de dez de 2010

Mais neve.

 Oi meus amores, hoje vou escrever um pouquinho. Agora meu teclado tá funcionando então fico mais animadinha pra postar pra vocês. Desculpem o sumiço, mas essas últimas semanas foram realmente corridas.
 NEVE NEVE NEVE. Minha vida se resume em neve. Um dia é maravilhoso, dois é divertido, mas depois da primeira semana de neve ja tá legal. Existem dois tipos de neve, aquela que molha e aquela que não molha. Aquela não molha é a neve linda, floquinhos de neve. Agora aquela que molha é tipo uma chuva mais chique. Bom pra chegar na aula toda molhada. Mas isso é o de menos, pior é o chão. Ou tu caminha com as pernas abertas como se estivesse "cagado", ou vai deslizando na neve, ou resbala e cai no chão mesmo.
 Os guris colocaram no facebook um vídeo muito massa que mostra exatamente o que a gente vê aqui em Dublin com essa situação de neve a todo momento.



 Tudo bem, acho que eu exagerei um pouco lá em cima. Neve não é tão terrível assim. Mas quem me conhece sabe o quanto eu sofro com o frio.
 E quando vejo as fotos e fico sabendo notícias do Brasil então, aquele calor tremendo. Que saudade!!!
 Quero minha prainha, Quintão ou Cidreira, nada como veranear lá.
 Acho que alguns não estão sabendo, mas em janeiro serei mais uma desempregada em Dublin. Conversei com a minha chefe, e a princípio vou trabalhar aqui só até o natal e ano novo. Depois sim vou me dedicar inteiramente aos estudos, e viagens enquanto eu tiver dinheiro pra isso.
 Não se preocupem, eu estou me divertindo nessa Irlanda apesar do frio. Aqui estou conhecendo outro mundo, pessoas que pensam completamente diferente de mim, que tem uma vida completamente diferente da minha. Fico impressionada com coisas que eu vejo e escuto aqui, coisas que pra mim são um absurdo, tem gente que acha normal. Mas tudo bem...
 Brasileiro é o que não falta nessa Irlanda, Jesus amado. Essa semana fomos em um tal de "Australiano", onde toca pagode. Tocou muita música legal e muita música velha também. Bom pra dançar mas muito apertado, achei muito apertado mesmo!
 Cada dia que passa nessa Irlanda é uma novidade, uma experiência nova, um susto.
 Na minha vida sempre foi tudo planejado. Aqui na Irlanda, não tem como planejar nada, quando tu menos espera acontecem coisas que não estavam nos teus planos... Aqui estou aprendendo a viver cada dia de uma vez, cada dia como se fosse o último. Até porque, como diz o meu amigo Maciel, os Irlandeses vivem assim, cada dia pra eles é como se fosse o último, por isso eles bebem muito e se divertem como se não existisse o amanhã.
 Boooom... é melhor eu parar por aqui...
 Queria mais era postar o vídeo mesmo que eu achei um máximo, eu ria sozinha enquanto via.
 Quero comprar uma máquina boa!!!!! Desculpem por não ter mais fotos e vídeos... No meu próximo dia off prometo que venho com novidades!!!!