4 de fev de 2011

"And I just realized what you mean to me..."

 Conhecer pessoas é uma das coisas que nos faz crescer mais nessa vida. Ouvir opiniões, pontos de vista e histórias completamente diferentes das que estávamos acostumados a ouvir.
 Mas o que realmente conta não é o simples fato de conhecer, e sim permitir que essa pessoa faça alguma diferença na sua vida. Que seja por uma hora, um dia, um ou alguns meses... Descobrir que não existe o certo e o errado, mas que existe o ser feliz e saber o limite das coisas. Descobrir que ninguém é perfeito, que todos tem momentos de fraqueza e isso não te torna uma pessoa menos digna. Descobrir que vale a pena aproveitar cada dia. Descobrir que em dois mundos completamente diferentes podem existir algum tipo de conexão. Descobrir que nem sempre querer é poder, claro, exceto quando se está na Irlanda. Mas também descobrir que a Irlanda é um mundo "surreal", onde acontecem coisas inesperadas em momentos mais inesperados ainda. E é exatamente como me disseram no primeiro dia que cheguei aqui, parece que foi ontem: "Tudo que acontece na Irlanda, morre na Irlanda." Morre em termos físicos, mas com certeza não 'mentais'. Estamos todos de férias. Claro, com objetivos diferentes, mas todos de férias, de férias das preocupações, de férias da família, de férias dos compromissos, de férias da vida real. Querendo ou não, estamos todos a passeio por esse mundinho doido, onde tudo é festa, todos são amigos e tudo acaba em cerveja (ou baguete). Pessoas chegam e pessoas vão embora. Muitas vão passar pela nossa vida, outras vão ficar e também existem aquelas que deixam lembranças lindas. Não por terem feito algo extraordinário, mas pelo simples fato de terem feito alguma diferença na nossa vida, seja por alguma palavra dita, algum gesto feito ou alguma lição que tenha sido aprendida com elas.
 Para alguns a lembrança vem com um presente, com fotos ou até músicas. Mas o que mais me faz lembrar são palavras. Frases ditas, ou muitas vezes não ditas que fazem sim uma grande diferença.
 "Posso ser feliz?" Essa eu ouvi e levo comigo onde for...
 Somente nós mesmos somos responsáveis pela nossa própria felicidade. Ser feliz não é ser como os outros querem que tu seja. Aprendi que ser feliz é estar de bem consigo mesmo, sabendo que está aproveitando a cada minuto, vivendo experiências novas, descobrindo sentimentos que nunca foram sentidos antes e mesmo com tudo isso mantendo os pés no chão e sabendo até onde pode chegar.
 Pessoas não mudam da noite para o dia, algumas nunca mudam, mas todos aprendemos uns com os outros.
 E no final todos voltam para a sua vida real, algumas simplesmente feitas de aparências, outras de sentimentos que vão ser retomados, e outras de muitas coisas que ainda serão descobertas.
 "and I just realized what you mean to me"
 Algumas palavras nunca precisarão ser ditas, cada um sabe sua importância e o significado da lembrança que deixou...

Nenhum comentário:

Postar um comentário