17 de fev de 2011

O grande valor de quem trabalha em fast food.

 Oi meus amores, desculpem pelo sumiço!
 Na última sexta feira eu trabalhei das 15h até a 1h da manhã em um fast food. E hoje estou aqui pra contar minha experiência.
 Eu sabia que era puxado trabalhar nesses lugares, mas não imaginava que era tão horrível. Tem que estar toda hora fazendo alguma coisa, até porque sempre tem algo pra fazer. Limpar, limpar e limpar. Mas essa era a parte mais fácil. O pior que eu achei é que tinha que ficar ou com a cara na fritura ou no forno, e sair dali e entrar no freezer pra pegar algo. Ou seja, enquanto teu corpo não se acostuma com aquela rotina, é certo que tu vai ficar muito doente.
 Não sou fresca, sério, podem acreditar. Mas aquilo acaba com a pessoa. Sem falar que se tu erra um pedido, ganha reclamações de todos os lados, chefe e clientes (eu não cheguei a fazer nenhum pedido, mas percebi como era). Unhas sempre curtas e nunca pintadas e a pele um bagaço por causa da fritura (tá esses comentários meus foram bem coisa de fresca, mas é a verdade).
 Se eu tivesse optado por trabalhar lá, voltaria rica, 100 anos mais velha, podre de cansada e sem saber inglês. Porque eu não teria tempo pra estudar, só trabalhar, trabalhar e trabalhar.
 Então, como esperado, voltei pra vidinha de au pair. Tem quem ache que não vale a pena. Mas eu tenho tempo pra estudar, trabalho, tenho um espaço só pra mim e ainda os finais de semanas livres. Tudo bem que ganha pouco, mas desde que eu consiga me sustentar já está ótimo, não vim pra fazer dinheiro e sim aprender esse bendito inglês! :)
 Resumindo, o objetivo de eu vir postar isso pra vocês é pra fazer um pedido. Nunca reclamem se um Mc Donald's está demorando, ou qualquer outro tipo de fast food. Quem está de fora não imagina o que aquelas pessoas trabalham. Jesus amado, eu tiro o chapéu pra eles.

Música do dia!
"Preste atenção, não abra mão dos próprios sonhos. Não tem perdão, não. Não deixe de sonhar, não deixe de sorrir, pois não vai encontrar quem vai sorrir por ti."

Nenhum comentário:

Postar um comentário