31 de mar de 2011

Skerries

 Sábado passada dei uma banda com a família em Skerries (uma cidade aqui do lado da que eu moro).

A praia.

Ava

No Playground.



Achei um barco pouco enferrujado.














Música do dia!
"I used to rule the world..."

29 de mar de 2011

Coisas que só acontecem com a Laíza.

 Então, hoje venho contar uma história engraçada que aconteceu comigo quinta-feira passada. Para mim, quinta é como se fosse sexta (pois eu só tenho aula de segunda à quinta). Quando chega a quinta depois da aula, chega aquele alívio que significa "enfim final de semana". Saio da aula, vou para a parada do trem (espero 10 min) e pego meu trem. Se alguém deixa o jornal (o que sempre acontece), pego o jornal, dou uma lida por cima (porque ler em trem, ônibus ou qualquer lugar em movimento me dá dor de cabeça), jogo o sudoku (meu maior vício depois do chocolate). Mas isso não toma nem 10 min da minha longa jornada de viagem que dura 1h até a cidade onde eu moro.
 Aquele banco do trem começa a se tornar aconchegante, quentinho e o sono começa a pegar.
 Geralmente eu durmo e coloco o celular para despertar no horário que está quase na minha parada. Mas nesse dia eu não coloquei o celular para despertar porque a minha bateria estava acabando, então fiquei jogando joguinho no celular para passar o tempo e me entreter para o sono não pegar.
 De repente acordei!
 Não percebi que durmi, nem sei quando eu dormi. Simplesmente acordei sozinha no trem. Aí bateu o pânico e eu pensei "Não, isso não está acontecendo." Fiquei uns 10 minutos sentada, em transe total! Até que tomei coragem, levantei e fui ver qual era a próxima parada.
 A minha é Drogheda (penúltima parada) e depois vem Dundalk (última parada). Adivinhem qual era a próxima parada quando eu acordei? SIM! Dundalk. Mas o problema não era ter perdido a parada, e sim o horário. Já era meia noite e não tinha mais trem, muito menos ônibus. Fiquei apavorada! Eu não tive a cara de pau de ligar para minha chefe e contar que a tansa dormiu no trem e agora estava no quinto dos judas sem ter como voltar para casa. Ah, meu celular estava vivo ainda, apitando avisando que a bateria ia acabar a qualquer momento, então anotei o número da minha chefe e da Nana em um papel, vai que eu tivesse que dormir na parada do trem, nunca se sabe. A minha unica alternativa era apelar para o táxi, mas quem me conhece sabe que eu nunca ando com dinheiro (sim, eu sei que isso não é legal). Minha cidade fica 41Km de distância de Dundalk, barato que não ia sair essa brincadeira, mas vamos lá, não tinha outra alternativa.
 Entrei no táxi e expliquei tudo pro motorista (com meu inglês impecável, claro), nervosa o inglês flui, podem ter certeza. hahaha
 Perguntei quanto ia dar mais ou menos, e ele me disse uns 45 euros. Que dor no coração, mas "keep going".
 O taxista teve que me levar até a estação do trem em Drogheda, onde eu peguei o carro e fui pra minha casa. Ele foi me seguindo, pois precisava pegar o dinheiro para pagar a corrida. Quando chego em casa, pergunto para ele quanto deu, e ele mostra o trequinho lá que esqueci o nome e eu vejo que deu 63 euros. Pronto, a facada atravessou todos os meus órgãos, estou morta.
 Mas como ele simpatizou com a minha linda carinha, ou simplesmente ficou com pena da boca-berta que dormiu no trem (certo que foi por causa da segunda opção), me fez a corrida por 50 euros.
 Fui no meu quarto, peguei o dinheiro, paguei, agradeci horrores o taxista e quando voltei para dentro de casa não conseguia processar o acontecimento. Logo eu? A pessoa mais pão dura da face da terra (menos pão dura na Irlanda que no Brasil, mas enfim, pão dura), gastando 50 euros fácil assim?! Raiva raiva, muita raiva de mim mesma. Claro, é como a Nana me disse, dinheiro é o de menos, poderia ter sido pior. Imagina se não existisse táxi? VIVA OS TAXIS!
 Isso foi para aprender a nunca mais dormir no trem. Agora faço de tudo para me entreter. Nem colocando o celular para despertar eu durmo mais. Fiquei muito traumatizada, sério.
 Agora eu dou risada quando conto isso, mas na hora não teve graça nenhuma.
 Poxa, ficou grande essa história. Não gosto de escrever coisas muito longas porque às vezes tenho preguiça de ler textos compridos, então imagino que algumas pessoas sejam como eu.

 E agora, para eu continuar com o troféu "Laíza, miss bocabertice", perdi meu celular. Não sei como, mas a última vez que vi ele foi ontem de tarde aqui em casa. Então ainda tenho esperanças de encontrá-lo. Sim, já tentei ligar, mas como sempre a bateria estava acabando e agora ele está desligado. :)
 Sou tão mangolona que ainda conto essas coisas no blog. Mas paciência, daqui um tempo vou ler e ver o quão tansa eu era.



Música do dia!
"Mas se você quiser me acompanhar, eu vou te convidar pra ir pra onde... Vamos embora, para um bar, beber, cair e levantar!"


28 de mar de 2011

Domingo da mulherada.

 Oi gente boa. Ontem fomos no Stephen's Green fazer um esperto Piquenique. Muito bom, em ótimas companhias.

E graças a Deus chegou a primavera na Irlanda. (Foto por Rosana Reiter)

Nós e a mateira salvadora.

Fe, Laíza, Nana, Dani e Laura.

Chegando.

Montando acampamento.

Que gracinha que eu sou.

Eu queria ter ficado mais branca na foto. ¬¬

Nosso chima.

Eu e a Laurinha.

Gurias!

Tenho que sempre estar cuidando dela, vou te contar...

E olha quem apareceu para nos visitar. Ganhei até uma flor.


Lembrando os velhos tempos... Só faltou o Fab.

Nós e a tampa de plástico.


Na real nem sei que banco é esse.
 E depois, fomos ao encontro da Natalia e suas primas. Nos conhecemos pelo meu blog. Ela estava querendo vir pra Irlanda, a agência passou meu blog e desde então mantínhamos contato.
 É muito engraçado e bem como ela disse "diretamente da telinha do computador para vida real". As três são muito simpáticas. Domingo é aniversário da Ludmila e da Ita (elas são gêmeas), então já temos programação para o próximo final de semana. :)

E o grupo de mulheres só aumenta.

Lindas! Ita, eu, Ludmila e Nati. Adorei conhecer vocês.
Domingo muito gostoso com pessoas maravilhosas.

Música do dia!
"When the working day is done. Oh girls, they wanna have fun."

25 de mar de 2011

Phoenix Park

 Oi meus amores!
 Até que enfim hoje vou conseguir postar sobre o Phoenix Park. Nós fomos lá no dia 27/02/2011. Consegui postar o vídeo no Youtube no dia 10/03 e o Youtube querido devolveu o áudio pro meu vídeo só hoje, 15 dias depois. Enfim, antes tarde do que nunca, cá estou eu. :)
 Naquele dia pegamos sol, ventania e até chuva com gelo. Com intervalo de pouco tempo temos todas as estações do ano. Irlanda é isso mesmo, adrenalina total!
 Pois então, o Phoenix Park é um dos maiores parques da Europa, com 707 hectares. IMENSO! Nunca tinha ido lá, foi minha primeira vez e o tempo não ajudou muito. Mas conseguimos nos divertir e tomar um cafézinho.
 Logo que tu entra no parque pode alugar bicicletas. SUPER RECOMENDADO. Pois o parque é imenso, e essa é uma ótima opção de conhecer mais pontos no mesmo dia.
 1 hora de bicicleta = 5 euros
 2 horas de bicicleta = 7 euros
 As bicicletas tem um compartimento tipo mochilinha atrás que tu pode guardar coisas, e a minha tinha até campainha. Eles também fornecem luvas, caso esteja muito frio e tu não tenha.
 Nós alugamos por 2 horas e o tempo passou voando.
 Em um dos primeiros campos que tu visita no Phoenix tem um obelisco chamado "Wellington Testimonial", o qual foi feito em 1861 e é o mais alto obelisco da Europa, com mais de 62 metros de altura.
 Participantes do vídeo: Eu, Nana, Keyla, Iri, Carlos, Oscar, Marcelo e Alessio.

 Enfim, espero que tenham gostado! Muitos beijos com saudades...

Música do dia!
"Don't buy the promises 'cause there are no promises that I keep..."

24 de mar de 2011

Penneys!

O'connel Street.
 Olá gente boa! Hoje venho falar da  maior tentação de Dublin para as mulheres, principalmente as brasileiras.
 Penneys (se pronuncia "penis" mesmo), é tipo uma "renner" ou "C&A" da vida. Mas com a diferença de que os preços são muito menores. É tudo realmente muito barato. E mesmo assim eu só compro quando tem reduce (promoção), eu sei, é o cúmulo da "pão-durisse", mas essa sou eu. haha
 Claro, a qualidade das roupas não é das melhores. Volta e meia cai um botão dos casacos, mas isso é detalhe.
 Não tem como entrar lá e sair de mãos vazias.
 Aí vai a dica: Se não está afim de gastar, passa longe da Penneys. É o que eu estou fazendo ultimamente.



Música do dia:
"Tenho andado distraído, impaciente e indeciso. E ainda estou confuso só que agora é diferente, estou tão tranquilo e tão contente."

22 de mar de 2011

St Patrick's Day

 Oi meus queridos. Hoje venho falar de uma das datas mais importantes e festejadas aqui na Irlanda. O St Patrick's Day (Dia do São Patrício) que é comemorado no dia 17 de março.
 Todos se vestem de verde, decorações de trevos (shamrocks) e contam histórias sobre duendes (1eprechauns) e potes de ouro.
 Ok, acho que isso todos já sabem. Mas quem foi esse tal Saint Patrick ou São Patricio?
 Só pra começar, ele não acreditava em sorte e nem era Irlandês. Ele viveu no Reino Unido e acreditava que Deus, não a sorte, decide o que acontece. Ele gostava de trevos (shamrocks), mas não porque lembrava a Irlanda, e sim porque ele acreditava que o trevo de três folhas representava Deus, três pessoas mas um só Deus: Pai, Filho e Espírito Santo (Father, Son and Holy Spirit).
 O verdadeiro nome do St Patrick era Patricius Magonus Sucatus. Ele tinha 5 irmãs e 1 irmão. Os pais dele acreditavam muito em Deus, mas ele sempre foi uma criança que gostava de brincar e coisa e tal então não se interessava pela palavra de Deus.
 Aos 16 anos ele foi capturado por irlandeses e forçado a entrar em um dos navios. Desembarcou perto de Belfast, na Irlanda, e foi vendido como escravo para um cacique chamado Milchu. Ele acreditava que isso aconteceu porque ele não seguia Jesus. Romanos 6:23 "O salário do pecado é a morte." "The wages of sin is death". Então ele começou a prestar mais atenção em Deus.
 Ele fez amigos e juntos seguiam a palavra de Deus. Depois de 6 sofridos anos sendo escravo, St. Patrick escutou Deus lhe dizer que deveria voltar para sua cidade. Retornou, mas logo depois percebeu que tinha que continuar sua missão na Irlanda. Voltou para a linda Ilha como sacerdote. Pregou a palavra de Deus durante quase 30 anos, tornando muitos irlandeses cristãos.

 Viram que bonitinho? Adaptei da minha forma pra tentar explicar pra vocês o que esse dia significa. Espero que tenham entendido um pouco. É uma história muito interessante e não tem nada a ver com o que a maioria pensa.
 Dia 17 foi muito divertido. Todos caracterizados e tinha muitos turistas. Gente que não acabava mais. Dublin lotada! A "parade" (como é chamado o tal desfile que tem aqui) foi bem bonita, é semelhante ao carnaval (não do Rio de Janeiro, óbvio, mas parecido com o de Quintão por exemplo. haha). E como diz a minha amiga Nana "com mais classe porque não tem aquelas mulheres peladas". Isso quanto ao desfile, porque em relação às músicas, é completamente sem comparação.
 Fiz um vídeo pra vocês. Espero que gostem e que o youtube não deixe mudo. :)
 Beijos à todos.


Música do dia!
"The dog days are over"
Essa música vai sempre me lembrar a Irlanda...

21 de mar de 2011

Delícia de domingo.

 Olá gurizada medonha!
 Domingo gostoso esse... Fiquei o dia inteiro em casa, descansando, vendo Friends e a melhor parte, falando com os doidos no Skype. Nossa, deu uma saudade tão grande, mas parecia que eu estava lá com eles. Tudo continua igual (isso é bom). Depois de uma super festa de 15 anos dos parentes da Deni (essas festas sempre são MARAS), um bom almoço com todos reunidos, inclusive a minha Larinha lindona. Ela continua uma espuleta e o cabelo tá cada vez maior, liso e lindo!
 Outras coisas legais aconteceram... É tão bom saber quando a falta e a saudade são recíprocas. (...)

 Se alguém souber como bloquear as atualizações de algumas pessoas no facebook me avise por favor!!! Eu fico impressionada com isso. Só falta as criaturas colocarem "Vou ali no banheiro fazer o número 2 e já volto". Tudo bem que alguns são twitados e coisa e tal. Tudo bem também que existem pessoas que eu até quero saber o que andam fazendo de vez em quando. Mas não precisamos expor tudo ao ridículo. Às vezes chega a ser engraçado, porque a gente percebe o quão fútil as figuras são.
 Assunto nada a ver, mas eu tinha que compartilhar.

 Algumas decisões foram tomadas, espero que agora as coisas comecem a se encaminhar.
 Falando nisso, a única coisa que faltou no meu final de semana foi a Nana. :)

Meus gatões prontos pra festa.

Eu no Phoenix Park.


Música do dia!


20 de mar de 2011

Irish Breakfast

 Oi gente boa! Continuando no assunto 'comida'. No St. Patrick's Day, depois de todo o furdunço, estávamos morrendo de fome e fomos à procura de um lugar bom para comermos aquele esperto Irish Breakfast que pra nós já serve como um almoço tranquilo.
 Como era de se esperar, todos os restaurantes, bares e etc estavam transbordando de gente. Acabamos parando no "The Earl". Um mísero Irish Breakfast por 5.90. O lugar não era muito legal, fomos comer no andar de baixo, metade do lugar estava pintado bonitinho e a outra metade caindo aos pedaços. E além disso o café estava queimado.

North Earl Street, Dublin 1. NÃO RECOMENDADO!

Irish Breakfast do paraguay por 5.90 euros.

Música do dia!
"Prefiro a música, porque ela ouve o meu silêncio e ainda o traduz, sem que eu precise me explicar."
Eiiita saudade...

19 de mar de 2011

Almoço em Howth

 Olá gente boa! Hoje vou postar sobre o almoço maravilhoso que tivemos em Howth. Post meio fora de ordem mas não dá nada. Sou eu quem mando nessa 'joça' mesmo.

Alessio, Nana, Laíza, Keyla, Raquel e Stefania.

Chilli Bowl.
Prato da Keyla:
Chilli con carne with cheese
& nachos on fries
(wedges or rice)
7.95 euros

Seafood Plate.
Prato da Laíza, Nana, Alessio e Stefania:
Smoked salmon & mackerel
Shrimp marie-rose & a bowl of seafood chowder
12.95 euros

Coke 2.70 euros

 Gastei 15.65 ao total, e sai satisfeita. Desculpem, mas não lembro o nome do restaurante. Fica bem no centrinho de Howth, onde tem vários pubs, restaurantes e etc. Esse não foi a nossa primeira escolha, mas como os outros estavam lotados, acabamos parando ali mesmo. Em baixo é tipo um pub e em cima é mais aconchegante com um "ar" de restaurante mesmo. 

Música do dia!

18 de mar de 2011

Rosa de Saron - Chance

 Oláá. Já estou doida pra postar sobre o St. Patrick's pra vocês. Foi demais!!!
 Minha cabeça tá explodindo! Algumas coisas dando certo, e muitas outras dando errado ultimamente. Mas dias bons virão se Deus quiser... E ando pensando muitas besteiras por sinal. Sai pra lá!
 Os dias bem que poderiam passar um pouquinho mais devagar. Tá tudo acontecendo muito rápido pro meu gosto, não estou conseguindo processar os acontecimentos.
 (...)
 Sim, essa Irlanda vicia. Já to com medo da volta.
 As fotinhos são da arrumação pra festinha de véspera do St Patrick's que foi uma furada, mas prefiro não entrar em detalhes.

Beijo pra quem fica.
Música do dia!

17 de mar de 2011

Visita da Stefania.

 Hoje vou postar sobre quando a Stefania (mãe do Alessio, nosso amigo italiano) veio nos visitar em Dublin.
Comida italiana feita por ela.

Nhoque ao Pesto.
Bandinha básica no pub do lado do apê.
 Então, ela ficou uma semana aqui em Dublin. Só consegui ficar com ela um final de semana porque durante a semana tive que trabalhar, mas foi muito bem aproveitado. Ela é a coisa mais querida e muito parceira para qualquer coisa. Além disso, fez jantinha pra nós e deu umas lembrancinhas para mim e para Nana. Aliás, já temos onde ficar quando formos para Itália. :)
 A comunicação era ALGO! Falávamos inglês, português, italiano e até um espanhol no meio. Mas o importante é que no final sempre nos entendíamos. haha

Música do dia!
"O silêncio me falou, que este tempo que passou, que o tempo pode concertar aquilo que se quebrou..."

15 de mar de 2011

Luan Santana e Ivete - Química do Amor

Música do dia!

"Me diga, que você vai entrar na minha vida, que eu sou sua musa preferida. Diga que eu sou seu bem me quer, seu anjo, sua fada, o que você quiser."

St. Patrick's chegando... :)

14 de mar de 2011

Howth 06-03-2011

 Enfim, hoje vou postar sobre Howth. Não é exatamente outra cidade, é Co.Dublin, como se fosse um interiorzinho de Dublin ou coisa do tipo.
 O lugar é lindo e a paisagem melhor ainda. O ticket return (ida e volta) de Dublin até Howth custa 4.40.
 Fiz uma lista dos lugares para ir, mas no fim acabamos conhecendo quase nada porque não deu tempo. Vamos combinar outro dia para voltar e ver o que faltou.
 Não consegui fazer muitos vídeos, então esse ficou bem simples.


A mulherada.

Ale e eu.

Eu e um pedaço do bixano.

Por Rosana Reiter

Por Rosana Reiter

Por Rosana Reiter

Por Laíza Feijó

Por Laíza Feijó

Stefania, Alessio, Laíza e Rosana.
Howth Lighthouse.

Fisher's Cross.

Oração dos pescadores.

Visitamos um cemitério também...






Church of the Assumption.





Não chora Laíza.

Tá parei de fotos minhas. Depois o pessoal fica me xingando pelo "egocentrismo". Amanhã eu posto sobre o almoço MARAVILHOSO que nós tivemos lá em Howth.
Beijos