4 de mar de 2011

Incrível, simplesmente.

Olá bloggeiros (da Laíza) de plantão! É a Nana aqui.
Gostaria, por meio deste, demonstrar a minha indignação a respeito do último post da Laíza. Poxa! Ontem, eu estava pensando exatamente em vir aqui - pois eu tenho a senha dela muaaaahhh - e escrever algo legal sobre ela. Deixei para fazer hoje, pois estava tarde ontem e eu estava muito cansada, precisava dormir. Hoje, quando acesso o blog dela me deparo com essa surpresa. Ela escreveu: "Não preciso nem terminar uma frase que essa doida já sabe o que eu vou dizer". Esse é o exemplo mais claro de que esta frase é verdade. Não posso nem pensar em algo que ela pensa a mesma coisa. E por incrível que pareça, somos completamente diferentes.
Mas então, vamos lá!
A Laíza foi a melhor coisa que me aconteceu aqui na Irlanda. Eu sei que com ela eu posso sempre contar - o contrário também é verdade, obviamente - e apesar de sermos muito diferentes, nos entendemos. É como diz aquele velho ditado "os opostos se atraem". O único problema dela é que quando ela coloca algo na cabeça, ela não tira e não tem quem a faça tirar. Mas já aprendi a lidar com isso e contornar a situação.
Não vou dizer que a Laíza é uma pessoa fácil de lidar, pois estaria mentindo. O caminho é bem o inverso. Ela possui muitas peculiaridades, as quais eu já me acostumei e consegui entender. O mais fascinante é que ela me fez entender que pessoas são, sim, diferentes e que nem por isso são menos legais ou menos humanas. Eu conheço diversas Laízas, pois como uma geminiana nata, cada hora ela está de um jeito! Acho que pelo fato de minha irmã ser geminiana, eu já estou habituada com as possíveis mudanças instantâneas e sem nexo.
Somos diferentes - e muito. Ela gosta de pagode, sertanejo, salto alto, tirar fotos - e como! nunca conheci alguém ama que tanto tirar fotos, o bom é que eu adoro tirar fotos dos outros! Eu odeio pagode. Odeio sertanejo. Detesto salto alto, pois aquele troço machuca tanto o pé que acho que não vale a pena ficar bonita em cima do salto e acabar a noite - ou o dia - cedo com dor no pé. Odeio aparecer em fotos - toda vez que ela coloca fotos minhas aqui, quero matar ela! Apesar de já ter me acostumado com isso e entendido que é o que ela gosta.
Somos iguais - e muito. Ela gosta de cookie, molho branco, chocolate, nutella (tá, vou parar de falar só de comida. Viu! Somos iguais até nisso: gordas!), fazer compras, conhecer pessoas, estar entre amigos, falar ao telefone, ficar na internet - essa bolha é um vício - falar "vaffanculo", me xingar, dia de sol. Gosto de tudo isso também.
Tão diferentes, mas ao mesmo tempo tão iguais.
Eu não tenho uma música com o nome dela, mas tenho uma fotinho nossa (já que ela ama!)


Ela está de "Nana" nessa foto. Fiz a maquiagem e o cabelo e ela está usando minha meia calça, saia, jaqueta, manta (cachicol para quem não é gaúcho!) e bolsa. Só o sapato não é meu, obviamente!
Ok, Laíza, te adoro e vaffanculo ;]

5 comentários:

  1. O que tenho o que dizer dessas duas mulheres (amigas) colegas aqui na Irlanda...:) Bom! Eu passei a fazer parte da vida dessas duas linduxas a partir do dia que me mudei para o mesmo apartamento em DUBLIN o que ficara registrado (COLLEGE GATE NO APARTAMENTO nº 5), pois foi nele que passamos bons momentos juntas, preparando nossas comidinhas caseiras e no quarto tricotando ouvindo musica se preparando para sair e por incrível que pareça sempre saindo tarde ( Tarde pois o que quero dizer é porque aqui na Irlanda a balada termina muito cedo as 2:00 DA MANHA bem diferente do Brasil) enfim, venho aqui só para dizer que eu Keylinha sou uma prova viva de que essas mulheres lindérrimas ( NANA E LAÍZA ) para mim são mais que amigas idem a irmãs aqui na Irlanda e fico feliz em dizer isto, pois sei o quanto é maravilhoso em saber que temos uma pessoa que podemos contar independente do momento e da hora e isto posso dizer, pois graças a Deus sou abençoada por ter amigos assim e obrigada vocês duas por terem me aceitado no Flat e agora fazerem parte de minha vida aqui na Irlanda e poder sempre ter uma excelente companhia aqui. ( Não posso dizer que somos amigas, pois não tenho muita intimidade com elas exemplo como desabafar e poder escutar, mas acredito que somos colegas parceiras aqui em Dublin e fico feliz por isto). Beijokinhas da Keylinha :)

    ResponderExcluir
  2. Aiii minhas amadas! Nana, a mais sem vergonha de todas, fez uma pegadinha da braba comigo ein, dizendo que tinham comentado no blog falando desaforos e que era pra eu entrar correndo na internet. Quase morri de curiosidade e de raiva porque não conseguia entrar naquela hora. E quando eu entro dou de cara com isso. LINDO!!!! Amei demais mesmo. Tudo que tu disse é 100% verdade e fez passar um filme da nossa trajetória aqui na minha cabeça. Tantas coisas diferentes mas tantas em comum ao mesmo tempo. Obrigada por ser quem tu é e fazer parte da minha vida. A importância na nossa amizade não tem como expressar em palavras, de verdade. Sei que posso contar contigo pra tudo, inclusive pra uma pagodeira. hahahaha
    E Keyla!!!! Nós viramos o trio ternura esqueceu? Tu já faz parte do grupinho, tá ferrada. Tudo que passamos naquele apartamento nada, ninguém, nem o tempo vai apagar. A Keyla gritando, falando e limpando o tempo inteiro. A Nana 24h online. E eu sempre em volta do blog. hahaha
    Nossas aventuras estão apenas começando. Agora todo mundo se estabilizando financeiramente, vamos poder botar todos os planos em prática.
    Beijos gurias, obrigada por fazerem parte da minha história!!!!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Laíza! obrigada por fazer parte da vida da Nana na Irlanda. Sem dúvida, fico mais tranquila em saber que ela tem uma amiga "nota 10" para contar nos bons e maus momentos. A Nana disse que tu tens um gênio forte. Ela se diz diferente, mas é igual. Conseguir mudar uma ideia que ela tem na cabeça....IMPOSSÍVEL. Mas já sei lidar com isso, viu Nana. Nana, nós duas também somos iguais em muitas coisas. O maior exemplo disso é que somos muito sentimentais. E tu Laíza, não te conheço pessoalmente, mas certamente oportunidade não haverá de faltar. Quando voltares ao Brasil, venha para Mato Leitão. A Nana te explica como chegar. Certamente não vais te perder, pois agora estás acostumada com grandes metrópolis.Mas meninas, continuem essa linda amizade, curtem a viagem que vocês mereceram, mas com a cabeça bem no lugar. Beijos, beijos, beijos....

    ResponderExcluir
  5. kkkkkk
    sinto muito Nana
    mas eu conheço muito mais Laizas do q vc...
    obrigado por cuidar da minha filhota ae
    grd abraço

    ResponderExcluir