25 de abr de 2011

A Laíza...

 Laíza, 3h da matina, sem sono e com vontade de escrever. E cá estou eu mais uma vez.
 Prefiro mil vezes só postar fotos ou notícias à respeito do mundo para vocês, do que expor meus pensamentos, mas enfim, não arrumei os vídeos então o que me restou foi refletir...
 Em um momento loucura na minha vida, onde o que eu queria fazer não era o que esperavam que eu fizesse, ou o correto visto pela sociedade em geral. Minha mãe, minha melhor amiga, me enviou o seguinte: "Filha, direcione sua visão para o alto, quanto mais alto melhor. Espere que as mais maravilhosas coisas aconteçam, não no futuro, mas imediatamente. Perceba que nada é bom demais para você. Não permita que absolutamente nada te impeça ou te atrase de modo algum..."
 Minha mãe pode ser doida e muitas vezes irresponsável, eu sei a mãe que eu tenho. Mas também sei, que independente da situação, das minhas decisões, ou do que os outros pensem. É sempre ela quem vai estar do meu lado. Cresci com uma visão de certo e errado, que aos poucos fui percebendo que não existe. O certo e o errado dependem do ponto de vista. O "certo" é o que os outros esperam que eu faça, e o "errado" é o que a Laíza nunca faria.
 Eu me importo sim com o que os outros pensam. Mas a minha felicidade vem acima de qualquer pensamento pequeno de um terceiro. Aprendi que não preciso ser perfeita (a Nana me ajudou muito a aceitar isso). A Laíza tem sim fraquezas, a Laíza não é simpática all the time, a Laíza não tem o cabelo tão bonito quanto aparece nas fotos, a Laíza tem recaídas, a Laíza já chorou (sim, podem acreditar, a Laíza já chorou, foi um momento unico que só a Nana conseguiu presenciar), a Laíza é decidida mas muda de opinião como troca de roupa (honrando os geminianos), a Laíza não acredita em quase ninguém, por mais que faça parecer o contrário, a Laíza mente para não magoar as pessoas, a Laíza não tem pena, a Laíza reclama de quem reclama, mas também reclama (alguém entendeu o que eu quis dizer?), a Laíza enjoa rápido de tudo (isso é um problema), a Laíza não guarda rancor, mas tem momentos de muita raiva, a Laíza odeia fazer exercícios (só amo caminhar), a Laíza mora em Alvorada e não tem vergonha disso (só digo que sou de Porto Alegre pra quem eu sei que realmente não sabe onde fica Alvorada), a Laíza desistiu sim da carreira de comissária, a Laíza vai sim casar cedo (mas ainda tenho tempo, calma), a Laíza quer ter filho com 25 anos (eu quero, isso não significa que eu vou),
a Laíza quer a Nana de dinda da cria (mas já avisei que ela ou tem que ser rica, ou casar com um homem rico), a Laíza tá gordinha sim e isso não é brincadeira, a Laíza aprendeu que cada dia é unico, por isso temos que viver cada momento da melhor forma possível, porque só nós somos responsáveis pela nossa própria felicidade.
 Hoje passei por momentos remember. E fiquei impressionada em quantas coisas já aconteceram nesses 7 meses... E todas, exatamente todas, a Nana estava presente. Tanto nos momentos ruins, bons, engraçados, tristes... todos. Hoje quando a gente lembra, tornamos todos engraçados.
 Nosso céu começou a clarear... Tudo se encaminhando e os dias de Dublin estão contados... Só mais 3 finais de semanas para aproveitar essa vida maravilhosa que parece que começou ontem, mas já está prestes a acabar.
 Hoje a foto é a que resume o meu momento "nem aí". Tudo dando certo, não devo nada para ninguém (só alguns euros para a Nana haha), e quase deixando esse conto de fadas com o alívio de missão cumprida...


Música do dia!
"Ninguém vai poder atrasar quem nasceu pra vencer. É Deus quem aponta a estrela que tem que brilhar!"

5 comentários:

  1. Embora eu não tenha nada pra te falar em relação a esse teu post,
    pois foi um post bem pessoal teu.
    To aqui pra afirmar que li, li tudo na real.

    ninguem é perfeito twin, a cada dia novo uma liçao nova pra se aprender ou pelo menos tentar. É seguir em frente, pois é pra frente que se anda.
    BJ BJ BJ BJ

    ResponderExcluir
  2. Já te disse uma vez e repito: tu deve ser perfeita pra ti, não para os outros. A perfeição não existe, muito menos o certo e o errado. Bem como tu disse: tudo questão de ponto de vista.
    Tu mudou, pelo o que pude perceber (a laíza que eu conheci + a laíza que tu disse que tu era em comparação com a laíza de agora). Se tornou uma pessoa melhor. Tu consegue ser quem realmente tu é. E tu não está fazendo nada de errado, não está deixando de ser "a perfeitinha" e está sendo feliz. Tu é um exemplo para o teu pai (eu consigo ver isso) e deve ser para muita gente (até pra mim tu é, tirando algumas coisinhas :P) e vai sempre continuar sendo, desde que tu esteja sempre feliz.
    Já te disse uma vez e vou te dizer sempre: não importa o que tu fizer, com quem tu estiver nem onde, tudo o que eu quero é te ver bem, é ver a tua felicidade transparecendo através do teu sorriso.
    E essa nossa vida de irlanda tá contada mesmo. Tantas coisas aconteceram... bem como tu disse no post...
    Enfim, te adoro e aprendi a te "entender", pq né sua geminiana louca!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. sem comentarios

    hahahahahaha
    essa é minha filha

    ResponderExcluir
  4. Laíza!Tu já era assim ou ficou assim por causa da Nana. Porque ela é igualzinha......hahahahhahaha

    ResponderExcluir
  5. é isso aí.
    tu ja ta voltando pro Brasil?
    bjo

    ResponderExcluir